sábado, 16 de dezembro de 2017

O Mo Gun "Vazio" (The "Empty" Mo Gun)



 Ler em Português      Read in English



Essa foi uma foto que tirei, praticamente, sem querer. Estava sentado no chão tirando manchas de tinta nessa porta de vidro; porta esta que fica no novo Mo Gun (武館) da família Moy Jo Lei Ou. Mo Gun é um termo composto por dois ideogramas, Mo (武) que é associado à marcialidade, e Gun (館) significando recinto. Uma possivel tradução: Mo Gun é um local propício para pessoas poderem experienciar vivências marciais.
Mo Gun "Vazio"
 Durante essa mudança o local ficou inapropriado para certos tipos de prática, mas isso não significa que prática nenhuma está acontecendo. Dentro das artes marciais acabamos por aprender técnicas e conceitos de um estilo, no meu caso, Ving Tsun(詠春), mas isso é só o começo. Tão, ou mais, importante que a parte técnica vem o aprendizado pela convivência. Dentro da família Moy Jo Lei Ou essa convivência é muito valorizada; tendo como pedra fundamental a relação entre Si Fu e To Dai, mas se valendo também da relação entre os irmãos kung fu. Um Mo Gun "vazio" é um cenário incrível para que essa convicencia ocorra!
Si fu e eu
 Decidir como será o piso, as cores, aonde os objetos irão ficar, que paredes levantar, o que derrubar limpar, pintar ,arrumar. Isso que transforma um Mo Gun "vazio" em sua casa. Um dos meus irmãos kung fu, Iuri Alvarenga, disse : " Estou muito orgulhoso desse Mo Gun.". Ele só pode dizer isso legitimamente pois esse local está repleto de seu esforço e dedicação.
Eu, Si Fu, meus irmãos kung fu André Almeida e Bruno Brandão
 Essa convivência, que nos dá a possibilidade de aprendermos uns com os outros, que nos confere a capacidade de ver outros pontos de vistas e entender diferentes maneiras de se abordar problemas, pode acontecer em qualquer lugar. Seja durante as práticas, em quanto fazemos uma obra, durante ou após um almoço, como na foto a cima. Essa experiência de estarmos juntos, aproveitando as oportunidades, e capacidades uns dos outros, para aprender, é o que chamamos de vida Kung Fu. Na ultima postagem eu disse que abordaria "inteligência marcial", não foi dessa vez.

Não irei me arriscar a dizer, agora, o próximo tema, mas tenham certeza que "inteligência marcial" não ficará de lado por muito tempo.


Nenhum comentário:

Postar um comentário